quarta-feira, 21 de março de 2012

Sonho ou Pesadelo?



No dia mundial da poesia, publicamos um texto da autoria de António Lourenço, recentemente certificado com o ensino secundário:

Esta noite sonhei, sonhei e sonhei.
Mas estranho, ao acordar de quase nada me recordo...
Sim, agora me lembro. 
Sonhei com a fome em África, e no mundo.
Agora que acordei, ainda com dor e afronta, por aqueles que em sonho visitei.
Gritavam e choravam por sustento.
Entre trevas e cinzento, recordo que em pânico procurei alimentos,
alguns pediam-me pão, água ou fermento.
Mas estranho, eu já lhes dei.
Todos queriam aprender, o caminho lhes ensinei,
a direção parecia saber, mas a escola não encontrei.
Ao olhar em redor, apenas via dor, soluços e lágrimas.
Fugi dali a correr, com vergonha.
Acordei.
António José A. Lourenço

Sem comentários:

Publicar um comentário